• Equipe Massao Kanesaki

Ikigai, o conceito japonês para ser feliz

Pesquisadores acompanharam japoneses centenários e descobriram a causa de sua longevidade. Quer saber o que é?


Ikigai’ é um antigo conceito japonês que pode ser a chave para uma vida longa, feliz e saudável. Ikigai é a sua razão de viver. É o motivo que faz você acordar todos os dias.


Segundo uma matéria da BBC News, o conceito vem de Okinawa, um grupo de ilhas ao sul do Japão, na qual existe uma população de moradores centenários bem acima da expectativa de vida média, mesmo para os padrões japoneses.


Muitos acreditam que o ikigai é o segredo de sua longevidade. O termo é bem conhecido em todo o país e a ideia representada por ele está se espalhando para outras partes do mundo.


Ele acontece quando se identifica as coisas que você gosta de fazer e que te dão prazer, porque elas dão propósito à vida e levam a uma existência longa e feliz.


O ikigai também é algo muitas vezes relacionado à vitalidade. “É a felicidade que vem de sempre ter algo para fazer, de estar ocupado”, diz Francesc Miralles, que, junto com Héctor García, escreveu “Ikigai: Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz” (Intrínseca, 2016).


A ideia por trás disso é que, “se você encontra algo que dê sentido à sua vida, isso o faz seguir em frente e o mantém motivado”, diz Miralles.


“Em geral, somos tão obcecados com o sucesso e grandes metas que a vida acaba se tornando intimidadora. O legal do ikigai é que você pode partir de coisas pequenas até chegar aos grandes objetivos de vida.


Como achar seu ikigai


“Parta do zero, olhe-se no espelho: que tipo de pessoa é você? Pense no passado e no que te dá prazer. Isso te dará uma pista.


“Se você não sabe o que quer da vida, comece fazendo uma lista do que você não quer, quais situações te deixam desconfortável ou infeliz, quais atividades prefere evitar”, aconselha Miralles.


“Você pode descobrir que há várias coisas que te deixam feliz: aprender coisas novas, cuidar do jardim, ajudar outras pessoas, resolver problemas, fazer música… ou vender coisas, falar em público”, diz ele. “Boas amizades podem ser uma fonte de alegria ao longo da vida”.


Miralles admite que encontrar um ikigai não é sempre um processo simples. “Há pessoas que sabem o que querem ser desde a infância, mas a maioria de nós não sabia o que queria.”


E há o peso do cotidiano: “Vamos à escola, buscamos emprego, lidamos com obrigações e pagamos contas… e, com isso, podemos nos distanciar de nossos impulsos naturais”.


Para ajudar a encontrar sua paixão, o escritor sugere seguir o conselho do cientista da computação e palestrante motivacional Randy Pausch (1960-2008):


“Resgate seus sonhos de infância. Quais eram? Desenhar por horas? Dançar? Correr? Pense em quando era pequeno e no que te deixava feliz e você não faz mais”.


De acordo com estudos realizados com idosos que levam um estilo de vida equilibrado, há uma correlação entre longevidade e ter uma razão de viver: seu sistema imunológico – e, em especial, um tipo de glóbulo branco, o neutrófilo – atua melhor, ajudando a mantê-los saudáveis por mais tempo.


“Se você acha seu ikigai, as pequenas coisas que dão significado à vida podem te ajudar a preservar sua saúde por mais tempo.”


Da BBC / Tradução Maria Rosa – do Mundo-Nipo


19 visualizações

Atendimento

Rua Humaitá nº 1167 - Centro
Indaiatuba, SP - CEP: 13339-140

Fone: 19 3885.7702 | WhatsApp: 19 99618-0955