• Equipe Massao Kanesaki

Sábado tem vacinação contra a febre amarela

Sábado tem vacinação contra a febre amarela em Indaiatuba

Considerando o avanço da febre amarela desde 2017 e com ocorrência de casos e óbitos, sendo que em 2019 foi confirmado um óbito em Serra Negra, o Estado de São Paulo irá intensificar a vacinação.


Indaiatuba participa da ação que será realizada no sábado (29) em quatro Unidades de Saúde que ficarão abertas das 8h às 14h exclusivamente para a vacinação da febre amarela em pessoas que não possuem nenhuma dose desta imunização. As Unidades de Saúde que estarão funcionando são: PSF Jardim Camargo Andrade; UBS 4 Jardim Morada do Sol; UBS 10 Jardim Califórnia; PSF Parque Corolla.


De acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de 2009 a 2018 a foram vacinadas contra febre amarela em torno de 167 mil pessoas uma cobertura de quase 80%.


A vacina é ofertada no Calendário Nacional de Vacinação e distribuída mensalmente a todos os Estados. Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema de dose única da vacina, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde, respaldada por estudos que asseguram que uma dose é suficiente para a proteção por toda a vida.


Saiba mais


Segundo informações do Ministério da Saúde a febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores, e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A febre amarela tem importância epidemiológica por sua gravidade clínica e potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti.


Os sintomas iniciais da febre amarela incluem: início súbito de febre; calafrios; dor de cabeça intensa; dores nas costas; dores no corpo em geral; náuseas e vômitos; fadiga e fraqueza. A maioria das pessoas melhora após estes sintomas iniciais. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença.


Depois de identificar alguns desses sintomas, procure um médico na unidade de saúde mais próxima e informe sobre qualquer viagem para áreas de risco nos 15 dias anteriores ao início dos sintomas, e se você observou mortandade de macacos próximo aos lugares que você visitou, assim como picadas de mosquito. Informe, ainda, se você tomou a vacina contra a febre amarela, e a data.


Em casos graves, a pessoa infectada por febre amarela pode desenvolver algumas complicações, como: febre alta; icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos); hemorragia (especialmente a partir do trato gastrointestinal); eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos.


Fonte: Prefeitura de Indaiatuba

14 visualizações

Atendimento

Rua Humaitá nº 1167 - Centro
Indaiatuba, SP - CEP: 13339-140

Fone: 19 3885.7702 | WhatsApp: 19 99618-0955